NOTÍCIAS

Prova de vida de inativos e pensionistas pode ser feita presencial ou digitalmente em outubro – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Os servidores inativos e pensionistas, com final de matrícula 0, deverão comparecer, neste mês de outubro, a qualquer agência do Banco Santander do País para efetivarem o seu recadastramento anual obrigatório. Para realizar o procedimento, basta apresentar o documento de identidade, válido em todo o território nacional, e a inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

O Previ-Rio recomenda aos servidores e pensionistas com outros finais de matrícula que ainda não realizaram a Prova de Vida, este ano, que façam o procedimento o mais rápido possível, também se apresentando ao Banco Santander. Se o servidor ou o pensionista não puder comparecer por algum motivo a uma agência do banco, deverá entrar em contato com o Disque Servidor, no telefone (21) 2599-4746, para que seja orientado sobre o procedimento a ser adotado.

Prova de vida digital

O Recadastramento Anual dos servidores inativos e pensionistas, aniversariantes neste mês de outubro, pode ser feito pela internet, utilizando-se o reconhecimento facial. A Prova de Vida Digital, opcional e possível desde o mês de junho no município, veio facilitar o cumprimento do procedimento obrigatório, uma vez que dispensa o comparecimento do servidor ou pensionista ao banco conveniado, caso o mesmo opte por usar o meio eletrônico.

O recadastramento digital tem o mesmo valor do presencial, com a diferença de que esta modalidade utiliza a ordem de chamada pelo mês de aniversário e não pelo final de matrícula, como no sistema tradicional. Contudo, todos os aniversariantes deste segundo semestre, ainda podem fazer a Prova de Vida digital.

Para realizar a Prova de Vida digital, é preciso uma conta, no aplicativo e.gov, do Governo Federal, acessível em https://www.gov.br/pt-br/apps/app-gov.br. O interessado deve possuir carteira de motorista (CNH) ou biometria cadastrada no TSE para fazer esse procedimento, pois a foto utilizada para o reconhecimento facial é validada nas bases da Senatran e da Justiça Eleitoral.

Com a nova funcionalidade, não há necessidade de atestados médicos apresentados para servidores e pensionistas acamados ou com dificuldades de locomoção, assim como é simplificado o processo para residentes fora do país que não precisam mais comparecer aos respectivos consulados pra efetivarem a Prova de Vida.

O Instituto lembra que o não recadastramento, mediante uma das duas formas possíveis, resultará na suspensão temporária do pagamento, até o cumprimento do mesmo.

Categoria:

  • 3 de outubro de 2023
  • Marcações: Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro Previ-Rio prova de vida Servidor