NOTÍCIAS

Agência Minas Gerais | Governo do Estado promove o samba mineiro com programação gratuita no Palácio da Liberdade durante o Carnaval

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Secult-MG) e da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), lançou, nesta sexta-feira (2/2), o Palácio do Samba – atração que integra as ações do Carnaval da Liberdade 2024, no Palácio da Liberdade, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

“Tenho muito orgulho de saber que o palácio estará, durante os dias do Carnaval, representando esse lugar da velha guarda, se transformando no Palácio do Samba. Espero que estejamos inaugurando uma nova tradição, porque ideia boa temos que repetir sempre” disse o vice-governador, Professor Mateus.

O projeto é inspirado nos pioneiros dessa manifestação cultural e musical no estado. “Nós valorizamos tudo o que já foi feito e é em honra e em nome de vocês que vamos continuar trabalhando e fazendo desse nosso Carnaval a maior festa cultural do estado de Minas Gerais, para que sejamos reconhecidos nacionalmente e internacionalmente”, completou.

Também participaram da cerimônia de lançamento o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, o presidente da EMC, Gustavo Mendicino, a presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG), Marília Palhares Machado, e representantes do samba mineiro.

Mestre Conga

A solenidade também contou com homenagens ao sambista e compositor mineiro José Luiz Lourenço, o Mestre Conga, que completa 97 anos nesta sexta-feira, e à Rádio Inconfidência, pelo aniversário de 45 anos.

“Eu estou muito feliz com a oportunidade de estar aqui hoje celebrando o aniversário do Mestre Conga. Não dá para falar do Carnaval de Belo Horizonte sem falar do senhor, que representa muito para nós. O mestre é a marca daquilo que eu, o secretário Leônidas e o governador Romeu Zema temos repetido: o samba é cultura, Carnaval é cultura. Eles fazem parte do nosso patrimônio cultural e é por isso que nós estamos juntos nesse esforço para o reconhecimento do que o samba e o Carnaval representam para Minas Gerais”, pontuou o vice-governador.

“Só tenho que agradecer a todos que me proporcionaram isso. Nunca imaginei receber uma homenagem como essa”, disse Mestre Conga no evento desta manhã.

Diversas gerações do samba mineiro estiveram na celebração, como a roda de samba com Nonato do Samba, Dona Elisa, Fabinho do Terreiro, Sô Marcelo, Ronaldo Coisa Nossa e Lucinha Bosco, além de Heloisa Almeida, de Diamantina, Silvia Gomes, de Ouro Preto, Toninho, Eliane Pinto, João Bras e Gilberto Onesimo, quarteto de Viçosa, e Tia Elza, de Divinópolis.

Rádio Inconfidência

No embalo da folia em Minas Gerais, o lançamento do Palácio do Samba contou também com homenagem aos 45 anos da Rádio Inconfidência FM.

“A rádio é uma referência para os ouvintes da música popular brasileira há décadas, e, claro, do samba mineiro. Não poderíamos deixar de falar desse veículo que, há quase meio século, trabalha para difundir os artistas daqui”, parabeniza o presidente da EMC, Gustavo Mendicino.

 

Cristiano Machado / Imprensa MG

Patrimônio

Durante a cerimônia, Leônidas Oliveira e Marília Palhares Machado assinaram o termo de abertura do processo de registro do Samba Mineiro como Patrimônio Cultural Imaterial de Minas Gerais.

“Que esse momento do registro ao patrimônio histórico sirva muito para solidificar a importância dessa arte para o nosso país e todo o mundo”, disse o secretário de Estado de Cultura e Turismo.

Programação do Palácio do Samba

De sábado (10/2) à terça-feira de Carnaval (13/2), o Palácio da Liberdade será a casa do samba de Minas Gerais. O Palácio do Samba é uma realização da EMC, que gerencia a Rede Minas e a Rádio Inconfidência, em parceria com a Casulo Cultura, e passa a integrar o Carnaval da Liberdade 2024. A programação completa está disponível em redeminas.tv/palaciodosamba.

Os jardins do prédio, construído em 1898 para ser o centro administrativo da capital mineira, vão ganhar palcos nos quais se apresentarão sambistas de todo o estado.

Palácio do Samba vai reunir a música e a comida mineira em um só espaço. Além de celebrar a velha guarda, a programação do Carnaval também traz novos nomes do samba e as mulheres que ditam o ritmo no estado.

Para temperar a festa, a culinária mineira será representada por cozinheiros que integram o Circuito Gastronômico de Favelas, de 10 a 13/2, sempre das 12h às 20h.