NOTÍCIAS

Hospital do Valentina registra mais de 19 mil atendimentos no primeiro trimestre

O Hospital Municipal do Valentina (HMV), referência em assistência pediátrica, registrou 19,8 mil atendimentos de janeiro até março deste ano, incluindo procedimentos de urgência, ambulatoriais e cirúrgicos. O número aponta um crescimento de 20% em relação ao mesmo período no ano passado, quando a unidade hospitalar realizou 16,5 mil atendimentos.

Do total de atendimentos registrados no primeiro trimestre, 88% (17,5 mil) correspondem aos procedimentos de urgência, enquanto 10% (2 mil) são relativos a procedimentos ambulatoriais de otorrinolaringologia, dermatologia, endocrinologia, anestesia e enfermagem. Já as cirurgias representam cerca de 2% (366) dos procedimentos realizados no período.

De acordo com a diretora geral do HMV, Tânia Menezes, neste período do ano, é comum o acometimento de crianças por síndrome respiratória e, consequentemente, um aumento no fluxo de pacientes no hospital. Para atender a esta demanda sazonal, a equipe do hospital elaborou uma estratégia de assistência, envolvendo abastecimento de insumos, organização dos recursos humanos e reestruturação do fluxo de pronto atendimento.

“Montamos um comitê dentro do hospital para estudar qual seria a melhor estratégia para darmos celeridade a esses atendimentos, pois é uma questão que envolve não apenas médicos e enfermeiros, mas toda a equipe, a exemplo do laboratório para a realização de exames. Então, os números registrados são resultantes não só da grande procura, mas também da capacidade de uma equipe que se doa para oferecer o melhor atendimento a essas crianças”, destacou.

João Pessoa Opera Mais – Do total de cirurgias realizadas (366) no Hospital do Valentina nos primeiros três meses do ano, 156 estão incluídas no programa Opera Mais, da Prefeitura de João Pessoa, que tem o objetivo de zerar a fila de procedimentos cirúrgicos e diagnósticos eletivos.

A primeira cirurgia pediátrica do programa foi realizada no dia 2 de fevereiro. Entre os procedimentos realizados estão: herniorrafias, postectomias, orquidopexias, hidroceles, hipospádias, criptorquidias, cistos, cisto tireoglosso e lipomas.

Novo bloco cirúrgico – Ainda neste primeiro trimestre, o HMV ganhou um novo bloco cirúrgico, que foi totalmente reestruturado tanto na parte física, quanto com novos equipamentos médico hospitalares e agora com três salas de cirurgia em pleno funcionamento.

“Passamos a contar com um bloco cirúrgico totalmente reestruturado e ganhamos mais uma sala de cirurgia. Agora, com três salas que podem atender simultaneamente. Estamos aumentando nossa capacidade de atendimento, assim, vamos conseguir diminuir essa fila de espera com o Opera Mais e ainda dar seguimento às cirurgias de rotina com nossa programação via regulação”, concluiu a diretora geral do HMV, Tânia Menezes.